As fotografias de Zdzislaw Beksinski

Atualizado: 15 de ago.



Zdzislaw Beksinski (1929 - 2005) foi um renomado pintor, fotógrafo e artista polonês. Conhecido como “o artista do apocalipse”, suas fotografias seguiam a mesma estética fantástica e gótica de suas pinturas, e atualmente é considerado um dos fotógrafos mais inovadores dos anos 50.


“Eu fotografo provavelmente desde 1940. Um dia, no começo da guerra, meu pai me deu sua câmera antiga (...) Apesar de eu fotografar bastante naquela época, ainda não era criativo, nem artístico. Eu fotografava amigos, situações que aconteciam, tanques com soldados e até mesmo aeroportos (...) (Zdzislaw Beksinski)



Foi apenas na metade dos anos 50 que seus registros fotográficos criativos e experimentais começaram a aparecer. Após concluir sua graduação em arquitetura, o artista voltou para sua cidade natal (Sanok, Polônia) e criou um coletivo de fotografia com seus amigos, onde fotografava com uma câmera Icorett Zeiss.


O grupo realizou uma exposição chamada The Anti-Photography, onde Zdzislaw exibiu quinze fotografias. Seus registros demonstraram uma nítida mudança: as fotografias, que antes eram majoritariamente de paisagens, viraram composições abstratas, onde a principal modelo era a sua esposa, Zofia.



Inspirado em fotografias surrealistas, Beksinski criou narrativas utilizando técnicas como justaposições, negativos e colagens, ideias que eram o oposto das fotografias famosas da época, conhecidas como “fotografias puras”, onde os artistas retratavam figuras nitidamente, com grande foco, a fim de retratar a realidade com maior precisão.



Com figuras posadas, fotos propositalmente desfocadas e ambíguos rostos sombreados, Zdzislaw acreditava que a fotografia pura não permitia a expressão artística e que o meio da fotografia deveria permitir o artista de se expressar criativamente, se era isso que ele queria.



Posteriormente, Zdzislaw Beksinski passou a focar em suas esculturas e pinturas, abandonando a fotografia em 1959. Contudo, nos anos 90, empolgado com as possibilidades digitais, voltou com a fotografia, manipulando imagens no Photoshop. De acordo com ele, era possível "criar uma realidade artificial" através dos programas tecnológicos. No entanto, suas experimentações não duraram muito e ele logo retornou para seus quadros.



Apesar de ser mais conhecido por suas pinturas, suas fotos antecedem o que viria a ser seu estilo gótico e obscuro. Para ele, a fotografia nunca foi um meio de registrar a realidade, mas sim uma plataforma para compor e mostrar sua visão de mundo, através da peculiaridade da sua arte. Zdzislaw Beksinski fez isso com maestria, abrindo portas para a expressão artística através da fotografia.



0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo