Três filmes asiáticos sobre sonhos

Atualizado: há 5 dias



Separei três filmes que foram importantes para a minha formação. Como artista, sempre busquei explorar o universo dos sonhos, fosse no cinema ou nas artes plásticas. Uma coisa que destaco para quando você for assistir - ou se já assistiu - é a forma como os três filmes retrataram distintamente os sonhos. E essa diferença está na organização do eventos, das ações da trama. Isso é algo muito importante sobre cinema: estrutura.


Entender a estrutura e como os elementos narrativos serão dispostos na trama é fundamental para um cineasta dialogar com o espectador, e mais importante ainda para contar uma história que transita entre o estado de vigília e o sonho. Essas diferenças estão relacionada com a forma como nós, espectadores, entendemos os personagens principais e como esses personagens se relacionam com seu inconsciente. É uma espécie de quebra-cabeça. Um quebra-cabeça que mostra partes da realidade e, em seguida, partes da subjetividade do personagem. A forma como esse personagem encara o aquela situação é a sua subjetividade.


Cada um dos três filmes sugeridos abaixo possuem diferentes estruturas e formas de apresentar esse universo onírico. Não deixe de assistir.




SONHO

Direção: Kim Ki Duk

Ano: 2008


Um artista plástico tem um pesadelo com um acidente que realmente acontece. A partir daí, sua vida começa a se confundir entre sonho, delírio e realidade.









SONHOS

Direção: Akira Kurosawa


Oito pequenas histórias contadas a partir de 8 sonhos que o diretor Akira Kurosawa teve durante sua vida.