Uma introdução à vida e obra de Tarsila do Amaral

Atualizado: 15 de ago.



Tarsila do Amaral (1886-1973) nasceu no interior de São Paulo. Estudou em Barcelona e, ao retornar para o Brasil, casou-se e teve sua única filha, Dulce.


Se separou cerca de 10 anos depois e, em 1918, começou a estudar arte. Nessa mesma época conheceu a artista Anita Malfatti, que a apresentaria para

o grupo modernista.


Tarsila começou a namorar Oswald de Andrade e, junto a Malfatti, Mário de Andrade e Menotti Del Picchia, formaram o Grupo dos Cinco, fazendo com que a artista entrasse em contato com a arte moderna.


Tarsila foi estudar cubismo em Paris. conheceu famosos artistas, como Picasso, e servia almoços brasileiros em sua casa. Lá, ela pintou a famosa tela “A Negra” (1923).


A Negra (1923)


Após passar o carnaval no Rio de Janeiro e a semana santa em Minas Gerais, Tarsila iniciou a fase ‘Pau-Brasil’ que retratou o Brasil com muita cor.


A Cuca (1924)


Em 1928 pintou “O Abaporu”, como presente de aniversário para Oswald. Essa obra inspirou o Movimento Antropofágico.


O Abaporu (1828)


Tarsila começou a participar do Partido Comunista Brasileiro. Foi presa por um mês e, depois desse episódio, pintou “Os Operários” (1933), tela pioneira da temática social na arte do Brasil.


Os Operários (1933)


Tarsila faleceu em 1973. Marcou a arte brasileira, trabalhando com muita cor e figuras geométricas, a flora, fauna e temáticas de seu país: o Brasil.



***


0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo